Revista Portfolio

Hysteria, novo núcleo da Conspiração composto exclusivamente por mulheres

é lançado com presença de Glória Kalil, Maria Ribeiro, Vera Egito. Renata Brandão e muito mais!

22 de NOVEMBRO de 2017

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest

Hysteria, novo núcleo da Conspiração composto exclusivamente por mulheres

A festa de lançamento do mais novo núcleo da Conspiração, Hysteria, foi lançado ontem com festa na Casa Baixo Augusta. Hysteria é uma plataforma de produção de conteúdo e curadoria feitos por mulheres, não necessariamente para mulheres ou sobre mulheres. A ideia é abrir um espaço exclusivo para narrativas contemporâneas tendo o olhar feminino na concepção e na realização dos projetos. Liderado pela capixaba Renata Brandão, CEO da produtora, o coletivo reúne profissionais da casa, como a diretora de criação Carolina Albuquerque, e outros trazidos do mercado, caso da diretora editorial Isabel De Luca. Renata Brandão disse ao portal Meio & Mensagem que a criação da Hysteria veio da necessidade de se ter conteúdo concebido, realizado e com curadoria de mulheres, sem estereótipos e limitações. “Num processo autocrítico, percebi um número grande de mulheres dentro da produtora e do nosso mercado com grande potencial autoral, mas com pouca autonomia ou oportunidades reais”, disse ela. Nascida num ambiente majoritariamente masculino como o do cinema e da publicidade - segundo dados do Free the Bid, apenas 13% dos diretores do mercado nacional são do sexo feminino -, Hysteria é um grande passo na busca pela representatividade da mulher no mercado.

A iniciativa se materializa primeiramente num site www.hysteria.etc.br que contará basicamente com três ambientes: Ver, Ler e Ouvir. Em Ver, dedicado a conteúdos audiovisuais, haverá séries originais, coproduções e aquisições. Entre os originals estão os programas “Tudo”, em que a atriz Maria Ribeiro discorre sobre temas que vão de casamento à Coreia do Norte, e “Alerta de tubarão”, em que a cofundadora e curadora do YouPix Bia Granja, uma das principais especialistas em cultura de internet no Brasil, entrevista influenciadoras especializadas nos mais diversos temas, de finanças a games. Um exemplo de coprodução é a segunda temporada da série online “Nosso amor a gente inventa”, apresentada por Sarah Oliveira. Já entre as aquisições destaca-se a série Curta Mulheres, que exibirá a cada semana um curta-metragem dirigido por uma mulher. Os 52 filmes foram selecionados pela curadora Isabela Mota.

A seção Ler contará com reportagens, uma gama diversa de colunistas flutuantes e uma curadoria de textos pinçados em sites e coletivos de mulheres selecionados em todo o Brasil. Já em Ouvir estarão uma série de playlists e podcasts como “Rascunhos Esquecidos de Uma Caixa Sem Saída”, em que grandes atrizes convidadas - Debora Bloch, Mariana Ximenes e Marina Lima, entre outras - leem uma emocionante compilação de e-mails anônimos jamais enviados. Outro podcast em produção é “Grampos vazados”, capitaneado por três amigas roteiristas: Martha Mendonça, que também é criadora e redatora do site de humor com notícias fictícias “Sensacionalista”, Luciana Fregolente e Luisa Yabrudi (as três escrevem juntas o programa “Zorra”, da TV Globo).

Hysteria ganhou uma música composta pela cantora Leticia Novaes, a Letrux, que acaba de ganhar o prêmio Multishow de melhor disco por “Letrux em noite de climão”. Dirigido por Carolina Jabor e Isabel Nascimento Silva, o clipe da canção “Hysteria”, um bem-humorado manifesto feminista, é uma das atrações de estreia exclusivas da plataforma.

Filmes de ficção, séries para a TV  e – por que não? – produções eróticas também estão na mira do coletivo. Um dos projetos em andamento é uma parceria com o GNT que rendeu a criação da série de ficção baseada em depoimentos reais “Desnude”. Dirigida por Carolina Jabor e Anne Guimarães, a atração surgiu a partir de uma demanda do canal para a Hysteria, que desenvolveu uma pesquisa sobre sexualidade feminina e identificou que 76% das entrevistadas gostam de ver conteúdo e filmes sensuais em que a mulher é a protagonista. O lançamento está previsto para o primeiro semestre de 2018.

O núcleo atua ainda na criação de conteúdos para marcas, caso de uma recém-fechada parceria de três anos com o Masp. Também está nos planos o Festival Hysteria, programado para o primeiro semestre de 2018. Serão 12 shows espalhados por praças, bares e clubes do Centro de São Paulo, com curadoria assinada por Claudia Assef e Lalai Persson.

Fotos Deividi Corrêa/AgNews

VEJA TAMBÉM

A cantora Gavi lança clipe do novo hit Meu Bem

Haig Club lança uma noitada com David Beckham… De trás para frente!


Hysteria, novo núcleo da Conspiração composto exclusivamente por mulheres

Maria Ribeiro



Portfólio TV PORTFOLIO TV

Michel Teló se apresenta com seu show Bem Sertanejo na Área de Eventos do Shopping Vila Velha

Michel Teló se apresenta com seu show Bem Sertanejo na Área de Eventos do Shopping Vila Velha

Dança de Luise Schwan e amigos em sua festa de 15 anos

Dança de Luise Schwan e amigos em sua festa de 15 anos

Valsa dos 15 anos de Maria Eduarda Junca Simão

Valsa dos 15 anos de Maria Eduarda Junca Simão

Banda P9 My Favorite Girl no aniversário de Maria Eduarda Bolelli

Banda P9 My Favorite Girl no aniversário de Maria Eduarda Bolelli

Banda P9 My Favorite Girl no aniversário de Maria Eduarda Bolelli

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017