Miriam Rezende Gonçalves lança o livro sobre a base de Alcântara

E resgata história de heróis brasileiros

17 de DEZEMBRO de 2019

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin

Miriam Rezende Gonçalves lança o livro sobre a base de Alcântara

Na última semana, a jornalista Miriam Rezende Gonçalves lançou o livro "Alcântara, a história inspirada na História" , no deck da Livraria Cultura, da Avenida Paulista. Antes da sessão de autógrafos, aconteceu um bate-papo aeroespacial com o astronauta Marcos Palhares, representante da Virgin Galatik no Brasil e com o cientista Lucas Fonseca, Ceo da missão Lunar brasileira. Muita gente passou pelo local, apaixonados pelo tema e pessoas que até então nunca haviam escutado falar sobre o Centro de Lançamento de Alcântara.

Ativista da causa há cerca de 16 anos, com site e blog publicados desde 2012, Miriam sempre ressalta os benefícios que a conquista espacial pode trazer para as mazelas e problemas na Terra.  Há quase duas décadas, ela pesquisa tudo que envolve o Programa Espacial Brasileiro, o Centro de Lançamento de Alcântara, a história da cidade, seus símbolos e significados e afirma que a missão dignifica seu caminho.

O diferencial deste livro, é o ineditismo do tema, que traz à tona um thriller de suspense, para aproveitar o  vasto material de pesquisa da autora, guardado desde a terceira e última tentativa frustrada de lançamento de um foguete brasileiro, no ano de 2003, quando 21 técnicos que estavam na plataforma morreram. Entre idas e vindas, viagens para a base espacial, pesquisa, leituras, denúncias, tudo foi acolhido por ela, que se viu diversas vezes obrigada a desistir. Mudou de cidade, de estado no decorrer desta pesquisa, mas obstinada, conseguiu concluir com êxito.

"A tragédia foi amplamente citada pela mídia nacional e internacional, e me marcou profundamente e precisava de uma catarse. Perdi um primo no acidente e a minha tia foi se recuperar na minha casa. Como não podia deixar ser o envolvimento, Alcântara, é orgânico. O livro tem um tom de mistério, com pitadas de suspense, ação, romance e aventura, e claro, trata-se de  uma obra de ficção” disse a autora.

A narrativa construída pela autora, preserva e retrata fielmente os ideais do povo quilombola, suas tradições e principalmente seus direitos sobre a terra em questão. Miriam, já chegou a intermediar uma série de conversas, entre eles e representantes do governo federal, onde defendeu o direito do povo quilombola, mediante a qualquer acordo que vier a ser feito ali. A escritora acredita que eles merecem até royalts por cada foguete que decolem de suas bases e também a construção de um museu que preserve a identidade cultural do povo e seus remanescentes. Quando esteve na cidade de Alcântara, Miriam Gonçalves escutou com carinho o líder quilombola Pedro, e também a Batsá, e ambos, pediram um acordo mais justo, e ela concorda e retratou em seu livro essa perspectiva.

Agora ela se prepara para sair em uma turnê de autógrafos e palestras pelo país, para incentivar jovens a ingressarem na carreira astronáutica e assim formar mão de obra qualificada para o então programa espacial brasileiro, para tal, o livro da autora já virou leitura permanente nas disciplinas de física e história, em uma escola-ong denominada projeto CEEB, da cidade de Santa Inês, interior do estado do Maranhão.

Ela tem data confirmada para fevereiro na cidade de  Ribeirão Preto, março em Curitiba e abril em Brasília. Miriam acredita que para recomeçar uma história, é necessário conhecer o passado e principalmente, honrar nossos heróis, e ainda ressalta que a próxima década mundial, será marcada pela nova fronteira espacial.

Miriam já esteve em reunião com o General Augusto Heleno, com o Comandante da Aeronáutica Rossato e também com o atual Ministro da Ciência e Tecnologia para viabilizar o projeto de um filme, do qual ela também será roteirista.

Veja quem passou pela Livraria Cultura, em São Paulo, no lançamento do livro, na fotos de Juliana Motoki.

VEJA TAMBÉM

Lilian Moussalem e Pablo Pacheco fizeram a ilha tremer com a festa Nostalgia e Alegria no Na Vista, em Vitória

Ônibus iluminado da Viação Águia Branca já percorre o país levando o brilho do Natal para as regiões sudeste e nordeste

ACOMPANHE O DIA E A NOITE DOS FAMOSOS PELO NOSSO INSTAGRAM


Miriam Rezende Gonçalves lança o livro sobre a base de Alcântara



Portfólio TV PORTFOLIO TV

Baile do Copa 2020 entrando na festa

Baile do Copa 2020 entrando na festa

Baile do Copa 2020 Cordão da Bola Preta no Golden Room

Baile do Copa 2020 Cordão da Bola Preta no Golden Room

Baile do copa 2020 receptivo com a Bateria Balanço Zona Sul

Baile do copa 2020 receptivo com a Bateria Balanço Zona Sul

Momento do show de Serjão Loroza no Baile do Copa 2020

Momento do show de Serjão Loroza no Baile do Copa 2020

Momento do show de Serjão Loroza no Baile do Copa 2020

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017