STALKEADOS POR LUIZ ALBERTO: JAKE T. AUSTIN

por Luiz Alberto

08 de AGOSTO de 2021

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin

STALKEADOS POR LUIZ ALBERTO: JAKE T. AUSTIN

Jake Toranzo Austin Szymanski, o Jake T. Austin, é um ator norte-americano que protagonizou a série de sucesso Os Feiticeiros de Waverly Place, a qual teve quatro temporadas, exibidas no Disney Channel, interpretando Max Russo, ao lado de Selena Gomez e David Henrie.

Jake nasceu na cidade de Nova York, filho de Giny e Joey Szymanski, seu pai é de ascendência polonesa, irlandesa e inglesa e sua mãe é descendente de porto-riquenhos e argentinos.

Aos 10 anos ele decidiu que queria ser ator e sua avó o matriculou em uma escola de interpretação. Sua carreira iniciou-se desde então. Atualmente Jake mora em New York. Tem uma irmã mais nova de 7 anos de idade, chamada Ava. Seus esportes favoritos são surf, snowboarding, skate e beisebol.

Conhecido mundialmente  por interpretar Max Russo, uma das estrelas da série Os Feiticeiros de Waverly Place do Disney Channel. Já fez e faz dublagem de desenhos e filmes, como o famoso desenho infantil Go Diego, Go!  onde Jake dublava o personagem principal, Diego, quando era criança.

Entre os seus trabalhos estão 12 filmes desde 2006, nove produções de TV com sete indicações a prêmios sendo vencedor do Hollywwod Teen Awards em 2012, como ator de tv favorito em sua interpretação do personagem Max Russo em Os Feiticeiros de Waverly Place. O jovem ator americano é a nossa capa semana. Gentil e adorável, o querido Jake nos manda de lá um alô e responde perguntas minhas para os fãs do Brasil.

Olá Jake! É um prazer ter você em nossa entrevista especial da semana da Revista PORTFOLIO. Obrigado por nos atender e podermos levar um pouco da sua bela carreira aos fãs brasileiros.

JAKE T. AUSTIN: É um prazer também, Luiz Alberto.

LUIZ ALBERTO: Você sempre quis ser ator? Foi um sonho de criança?

JAKE: 100%. Desde quando comecei a falar eu reencenava  coisas que via na TV, fossem comerciais ou repetindo o que os personagens faziam nos programas. Chamamos isso de "linhas de corrida", mas aos 2 ou 3 anos, é claro que eu não sabia disso. Eu estava apenas fazendo o que gostava, que é atuar.

LUIZ ALBERTO: Como foi fazer o seu primeiro trabalho de ator?

JAKE: Meu primeiro trabalho como ator com regularidade foi como a voz de Diego na série animada de TV “Go Diego Go!”. Nos Estados Unidos, foi ao ar numa rede chamada Nickelodeon. Diego era primo de Dora, a Exploradora, e um grande exemplo: ensinando crianças e cuidando de animais. Eu tenho sorte que o primeiro personagem que personifiquei foi tão positivo e, até hoje, as pessoas ainda me dizem o quanto amaram a série. Tive uma conversa no Instagram Live com Any Gabrielly do Now United ano passado e o público daquela transmissão disse que assistiu ao programa no Brasil também, então estou feliz em saber que ele foi ao ar aí também.

LUIZ ALBERTO: Quais foram os melhores momentos da sua carreira?

JAKE: Já estive em algumas situações únicas que são suportes à minha carreira de ator e sou grato por ser capaz de me conectar com pessoas que assistem aos meus programas/filmes, interagem nas redes sociais ou participam de um evento de caridade. É tudo muito incrível e ainda sinto que o melhor está por vir.

LUIZ ALBERTO: Como aconteceu o convite para atuar como o personagem Max Russo em Os Feiticeiros de Waverly Place?

JAKE: Eu tenho atuado (tanto na câmera quanto em projetos animados) basicamente toda a minha vida e Os Feiticeiros foi depois que fiz um filme chamado Hotel For Dogs. Nesse filme, Emma Roberts e eu interpretamos irmãos que salvam cães vadios. Com Os Feiticeiros, o show era originalmente sobre dois irmãos, e eu fiz o teste para um personagem que não era o terceiro irmão. Mas, baseado em como David Henrie e Selena Gomez e eu interagíamos, o personagem de Max Russo foi criado, e a família então se tornou o que você viu no programa.

LUIZ ALBERTO: Como foi a criação do personagem e como foi a interação com os demais atores do set?

JAKE: O elenco era como uma família e claro, crescemos na frente das câmeras. E continuamos a apoiar um ao outro, seja David e sua direção, Selena com sua marca. Passamos tanto tempo juntos que esses momentos estão entrelaçados em minhas memórias, assim como você se lembra do tempo com os irmãos em sua casa. E quando o show acabou, pudemos ficar com nossas varinhas, então foi muito legal.

LUIZ ALBERTO: Olhando para a sua trajetória, podemos ver que você tem trabalhado muito! Conte-nos um pouco sobre como você avalia seu sucesso.

JAKE: Em primeiro lugar, obrigado por essa pergunta, porque a noção de que as pessoas olhariam para mim como um mentor para dar conselhos é humilhante. E eu acho que isso é importante: permaneça humilde. Existem diferentes pessoas em nosso ecossistema: seja seu professor em uma sala de aula, amigos em uma academia, membros da igreja ou personalidades digitais como YouTubers ou TikTokers que você segue e sente que conhece. Mas lembre-se de que todos são humanos e de tratar as pessoas com cortesia e respeito (e nas redes sociais poderia haver mais disso). Todo mundo tem sentimentos e devemos estar cientes disso ao nos comunicarmos com eles.

LUIZ ALBERTO: O que você gosta de fazer quando não está trabalhando?

JAKE: Sendo um criador, acho que o trabalho está sempre em algum lugar na minha mente. Por exemplo, li recentemente uma autobiografia de um autor independente sobre sua vida em Los Angeles nos anos 1990 e acho que poderia ser um ótimo filme, então estou pensando em como trazer isso para a tela. Ler um livro ou ouvir um podcast “não está funcionando”, mas ainda pode inspirar criatividade, então acho que tudo acaba sendo interconectado. Digo que uma coisa que realmente gosto é de estar na água. Estive em Miami, Flórida, recentemente, e passei mais tempo no oceano do que em terra e isso foi ótimo.

LUIZ ALBERTO: Você já esteve no Brasil?

JAKE: Ainda não! O mais perto que cheguei foi quando fiz a voz do personagem Fernando nos filmes Rio & Rio 2, mas é definitivamente um lugar que quero visitar.

LUIZ ALBERTO: O que você fez nestes tempos de pandemia e distanciamento social?

JAKE: Claro, a primeira coisa a dizer é que estou enviando votos de boa sorte a todos que foram tocados: os funcionários do hospital, pessoas que perderam entes queridos, etc. Todos nós fomos afetados, mas há um espectro de como isso afetou cada um de nós, e não estou em posição de reclamar. Na verdade, um dos momentos mais marcantes para mim em 2020 foi quando visitei o Boys & Girls Club em Pasadena, Califórnia. O BGC é um grupo sem fins lucrativos com mais de 4.000 clubes nos Estados Unidos e fornece recursos para jovens em idade escolar, como ajuda com o dever de casa depois da escola e educação física. Tenho um relacionamento com a organização há anos e pude visitar um local que abriu recentemente e, mesmo enquanto falava por meio de máscaras e se mantinham distância, as crianças me contaram como estavam felizes por estar lá.

LUIZ ALBERTO: Que projetos foram interrompidos durante este período de pandemia?

JAKE: Uau, alguns. Com os cinemas fechados, mudou a forma como os filmes são lançados e até mesmo que tipo de projetos são financiados para a produção. Tive alguns programas e filmes aos quais me apeguei que não foram feitos; mas, como eu disse antes, não estou reclamando e há outras pessoas (como trabalhadores de cinema e pessoas que trabalham em produções) que foram adversamente afetadas. Uma das coisas que pararam foram eventos relacionados a filmes e eu sempre gostei de conversar e posar para selfies com fãs nessas atividades, então essas foram algumas das coisas que pararam durante a pandemia. Mas estamos todos juntos nisso e espero que todos continuem saudáveis.

LUIZ ALBERTO: Além de atuar, você tem outros atributos artísticos como cantar, dançar, etc.?

JAKE: Eu estava no programa de TV da ABC "Dancing with the Stars" e não é um dos meus pontos fortes... O que eu tenho trabalhado mais é no meu espanhol. Sempre fui bilíngue, mas quero aumentar minha fluência. E é ótimo ver mais papéis para personagens LatinX nos vários scripts que eu li. Então, talvez você me veja em um papel onde se fala espanhol em breve! Posto notícias como essa no meu Instagram (@jaketaustin).

LUIZ ALBERTO: Que conselho você daria aos jovens artistas que desejam iniciar sua carreira?

JAKE: Eu acho que para qualquer carreira e não importa onde você esteja em sua posição na vida com relação à idade, você tem que acreditar em si mesmo. Se você está sendo entrevistado para ser um estagiário num consultório médico, quer se tornar um fotógrafo ou adora números e quer trabalhar com finanças, você precisa definir um plano para si mesmo e continuar trabalhando para cada um desses objetivos. Se esses objetivos estão na indústria do cinema e você quer ser ator, maquiador ou trabalhar com cinematografia, isso também é ótimo; mas continue trabalhando e nunca desista de si mesmo.

LUIZ ALBERTO: Que tal sua vida amorosa, como vai? Você é solteiro?

JAKE: Bem, eu amo a vida e estou me sentindo muito centrado e inspirado agora. Então, vamos deixar por isso mesmo, desejar boas vibrações a todos os leitores da PORTFOLIO e agradecê-los pelo tempo que dedicaram lendo esta entevista.

LUIZ ALBERTO: Foi um prazer entrevistá-lo. Muito obrigado. Você é um artista muito gentil.

Queridos leitores, espero que tenham gostado tanto quanto eu gostei. Nesta entrevista o jovem talentoso ator nos mostra o quanto sua carreira é importante para ele e o seu aprimoramento pessoal. Tudo isso o faz crescer, se exercitar e se aprimorar o sua arte mais e mais.

FICHA TÉCNICA  Comms: neXXt PR (@nexxtPR) Creative Consultant: Andrew Pham (@mrandrewjpham) Photography: @andrewmgleason Grooming: @nicole_san

VEJA TAMBÉM

NOSSAS CAPAS

Bryan Adams, o icônico é inesquecível cantor da década de 80, é o fotografo do lendário Calendário Pirelli

ACOMPANHE O DIA E A NOITE DOS FAMOSOS PELO NOSSO INSTAGRAM


STALKEADOS POR LUIZ ALBERTO: JAKE T. AUSTIN



Portfólio TV PORTFOLIO TV

Paolla Oliveira

Paolla Oliveira

André Martinelli

André Martinelli

Isadora Ribeiro

Isadora Ribeiro

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017