A bela cantora e multi instrumentista Gabily

Solta a voz, fala de sua trajetória e como se tornou mega sucesso

19 de DEZEMBRO de 2021

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin

A bela cantora e multi instrumentista Gabily

Queridos, mais uma vez, eu trouxe para vocês uma entrevista adorável! Hoje é dia de conversar com Gabily, um sucesso! Vem comigo conhecer um pouco da história dela. Tenho certeza que vocês vão gostar.

Gabily, é uma cantora e compositora brasileira, de 26 anos, nascida e criada em São João de Meriti, na Baixada Fluminense do Rio. Iniciou sua carreira em meados de 2015 lançando o EP especial da música “Deixa Rolar”. Lançou seu primeiro EP digital pela Universal Music e tem o funk e o pop como as grandes apostas de seu repertório musical.

Em seu currículo, coleciona parcerias como “Pega Pega”, com Nego do Borel, e “Você Gosta Assim”, com Ludmilla. A cantora também se juntou a Rick Joe e MC Rebecca no hit “Revezamento.” O clipe e possui quase sete milhões de views no Youtube.

Em 2021, ficou nacionalmente conhecida após participar do reality “De Férias com O Ex Brasil Celebs”, da MTV. E ganhou ainda mais reconhecimento ao ser anunciada como atração do palco principal do Prêmio Multishow 2021, onde apresentou uma performance inédita.

Ainda neste ano, lançou em abril a música “Pontinho Indecente”, que contou com as participações de Mc Rebecca e Bianca. O clipe estourou e já conta com mais de 2,1 milhões de visualizações no YouTube. Em seguida, Gabily divulgou o single “Bilhete Premiado”, continuação do clipe “Pontinho Indecente”. O 'hit' acabou sendo uma homenagem ao amigo Mc Kevin. “Bilhete Premiado” é um 'feat' da artista com o funkeiro Kevin O Chris, sendo o clipe desta faixa o último registro audiovisual de MC Kevin, morto em maio, após um acidente.

“Bilhete Premiado” esteve por duas semanas consecutivas em alta no YouTube, acumulando mais 9 milhões de visualizações. Além disso, entrou no tão cobiçado Top 200 do Spotify, e se tornou “viral" com a coreografia no TikTok.

Recentemente, a cantora apresentou a faixa “Vou Jogar Pra Você”, em parceria com DJ 2F. A canção é uma resposta às críticas e julgamentos que a artista já recebeu.

Cantora nacional que mais lançou clipes em 2020, a trajetória de sucesso de Gabily conta com mais de 10 milhões de streams no Spotify, vindos dos três milhões de ouvintes de 91 países diferentes alcançados na plataforma.

O sucesso também está presente nas redes sociais da artista. No YouTube são mais de 230 mil inscritos, no Instagram 1,8 milhões de seguidores e no Twitter a cantora é acompanhada diariamente por mais de 42 mil pessoas.

LUIZ ALBERTO: Prazer ter você aqui Gabi! Lynda!

GABILY: Prazer é todo meu! Obrigada pelo convite!

LA: Vamos falar do sucesso que está fazendo. Arrasando hein... Cantou no Prêmio Multishow. Gabi, você atingiu a marca de sete milhões de views no YouTube, 2,1 milhões em outra plataforma, top 200 do Spotify... Menina vou te contar, você tá que tá hein? (risos) Que maravilha, que maravilha.

GABILY: Luiz Alberto, primeiramente boa tarde! Obrigada pelo convite de estar aqui hoje, falando com você e com a Revista PORTFOLIO sobre o meu trabalho. Estou muito feliz, porque gosto sempre quando recebo essa abertura para falar um pouquinho do meu trabalho, um pouquinho sobre tudo que envolve a Gabily, então, muito obrigada.

LA: Você canta para caramba. Viu? E o prazer é todo meu de estar recebendo você aqui. É um prazer imenso. Linda, talentosa, nasceu com uma estrela, com certeza. Veio de São João do Meriti para o mundo, para o Brasil.

GABILY: Para o Brasil!

LA: Vamos contar um pouco da sua história? Do início, lá atrás, você uma garota de São João de Meriti se apaixonou pelo funk e agora você canta também um pop, né?

GABILY: É Pop Funk na real. Não costumo intitular funk porque a música popular brasileira é o funk e o funk nos dá uma liberdade de cantar vários estilos, como R&B, a música um pouquinho mais romântica, o batidão, um pouco mais melody. Então, acho que o universo Pop se distingue em toda a música que o funk pode proporcionar, dentro de vários estilos entendeu?

LA: Eu vejo como uma base de várias outras vertentes da música brasileira. Porque batidão ou não, a sonoridade do funk serve de base. Acho que a gente tem o funk na gente.

GABILY: Sim.

Gabily - Revista PORTFOLIO capa (1)

LA: Na verdade, ele é a base de muitas músicas de hoje. Toda a música tem um funkzinho... Tem um toquezinho de funk na sua sonoridade. Mas como você começou no Pop Funk?  Já de pequena queria ser uma estrela na vida?

GABILY: Do Pop Funk não. Sempre gostei de música e sabia que ia trabalhar com música na minha vida. Comecei no Gospel, dentro da igreja, junto com a minha família que é toda cristã, e daí fui migrando para conhecer outros universos musicais. Quando eu me deparei com Pop Funk me apaixonei porque dentro desse estilo eu consigo dançar, consigo interpretar, consigo fazer shows, espetáculos, porque eu gosto muito disso. Então, foi um estilo que me encontrei para poder fazer todas as demais coisas que eu amo que é dançar, me divertir e o funk me dá muita a liberdade de expressão, de poder fazer isso. Então acho que foi onde eu me encontrei verdadeiramente.

LA: Tem grandes nomes da música brasileira que começaram na igreja. Isso é muito interessante, porque a igreja, principalmente a igreja cristã, é muito musical, não é?

GABILY: Sim. Na real a gente cresce muito dentro de um núcleo musical da igreja. Por isso que eu sou multi instrumentista. Todo os instrumentos que eu toco, seja bateria, violão ou piano, aprendi a tocar dentro da igreja. Você vive ali numa constante evolução musical. Você cresce cantando lá no grupo de crianças, depois do grupo jovem, equipes de louvor, então, você tem toda uma escola musical ali dentro do Gospel, principalmente porque é muito forte esse lado musical dentro da igreja.

LA: E são lindos os louvores...

GABILY: É tocante né? Deus cria todo mundo dentro do seu dom e o meu foi cantar.

LA: Por que você deu uma parada na carreira?

GABILY: Ah, por causa de troca de empresário, problemas contratuais, então, fiquei durante nove meses com o mercado meio pausado a minha carreira.

LA: Aquelas coisas que vários artistas sofrem, não é? Troca de empresário, troca de pessoal, enfim... Mas você também participou do “De Férias com o Ex Celebs”, da MTV. Isso te trouxe muitos seguidores.

GABILY: Trouxe bastante visibilidade.

LA: Depois você lançou, neste ano mesmo, em abril, “Pontinho Indecente” com Mc Rebeca e participação de Bianca, que eu também adoro. O clipe estourou com 2,1 milhões de visualizações no YouTube. Eita! E “Bilhete Premiado”?

GABILY: “Bilhete Premiado” foi a virada de chave da minha carreira. Fiquei muito feliz em ter lançado, porque foi uma música que teve um papel muito especial na minha vida, de modo geral.

LA: E quem participou desse clipe foi o Mc Kevin?

GABILY: Sim. O Mc Kevin. Infelizmente aconteceu aquela tragédia. Mas quem canta é o Kevin o Cris, o Mc Kevin só participou do clipe.

LA: Ah sim... E também foi um sucesso.

GABILY: Graças a Deus. Foi o maior até hoje.

LA: Gente! Você é sucesso! Viraliza no Tik Tok, viraliza no YouTube, você tá que tá garota! Eu estou adorando esse desenvolvimento da sua carreira, está sendo muito bonito isso...

GABILY: Sim.

LA: Você participou do prêmio Multishow, também cantou. Foi também um grande up na carreira, não é?

GABILY: Sim. Esse ano foi um ano muito importante para mim em vários quesitos. Várias coisas foram desencadeando para minha carreira, várias oportunidades aparecendo. Eu aproveitei todas, sem tirar nem pôr, e eu acho que é isso. O mercado da música é isso, aparece oportunidade e você agarra com unhas e dentes e segue em frente. Esse ano foi muito especial para mim em vários aspectos e pude finalizar com chave de ouro com o Prêmio Multishow, que foi uma conquista muito incrível para mim.

LA: Pois é, como você se sente sendo ouvida em 91 países?

GABILY: Ah, é incrível. A gente não dimensiona que está sendo tudo isso, ? Só depois dessa retrospectiva que a gente consegue ter noção.

LA: Aham... Mas é um barato, não?

GABILY: É incrível.

LA: Isso deve ser um sentimento muito louco que dá, não é?

GABILY: Sim. É doido! Não dá para dimensionar ainda.

LA: Como diz minha amada Luisa Sonza, “é brabo!” hahaha...

GABILY: É brabo!

LA: Além do sucesso nas redes sociais, você é uma garota linda e tem uma simpatia imensa. Isso aí só atrai coisa boa, não é, Gabi?

GABILY: Com certeza. Eu acho que o que a gente extrai é o que a gente atrai, não é? Muito importante.

LA: Exatamente. Como é sua relação com o seu público, com as pessoas que te seguem nas várias redes sociais?

GABILY: Eu tento ser o mais próxima possível. Responder todo mundo, comentar, interagir. Pelos meus Stories acho que consigo deixar todo mundo um pouquinho mais perto de mim em vários quesitos pessoais e de trabalho também. Estou sempre mostrando tudo que estou fazendo, minha rotina, que acho isso muito importante para as pessoas se sentirem próximas mesmo, sabe?

Gabily - Revista PORTFOLIO capa (2)

LA: E muitos fãs ávidos, tipo assim, “hoje, você não postou... Porque você não postou?” Tem muito fã assim? Hahaha

GABILY: É raro, mas quando eu sumo, sempre tem gente que pergunta porque eu sou muito ativa, ? Então a galera já fica achando que aconteceu alguma coisa.

LA: (risos) Mas vamos voltar lá, Gabi, você falou que começou na igreja. Enfim, então desde pequena, você já sonhava em ser artista?

GABILY: Sim. Eu já sabia que seria diferente.

LA: Que legal! Já tinha essa percepção de que seu futuro seria na música, não é?

GABILY: Sim. Com certeza.

LA: E como é que você vê a sua carreira hoje?

GABILY: Eu me vejo no melhor momento, depois dos altos e baixos que vivi e vou continuar vivendo, porque a vida é isso, ? Não dá para achar que você chegou num momento bom e vai ser sempre bom. Mas hoje eu considero o meu momento melhor de todos que eu já vivi até hoje, dentro de seis anos de carreira que eu tenho, está sendo o momento mais incrível que estou podendo desfrutar, um pouquinho de todo trabalho que eu tive durante esses anos, para construir tudo isso até aqui.

LA: Você já voltou aos shows?

GABILY: Voltei.

LA: E na pandemia o que você fez? Foi criando, gravando clipes, foi isso?

GABILY: Exato. Foi o período que mais lancei trabalhos. Lancei 21 fonogramas, com áudio visual, clipes, campanhas e tudo mais. Sempre fui tentando criar conteúdos dentro do limite que estava sendo estabelecido dentro pandemia que assolou o mundo. E aí eu criei. Como não consigo ficar parada, fui lançando vários vídeos, várias músicas, projetos, EPs. Foi assim que eu fui liberando toda a minha hiper atividade até que eu pudesse voltar ao normal aí na rua.

LA: Você é elétrica, não é Gabi?

GABILY: 100%!!!

LA: Ontem você cantou na festa da Estefany Boro, namorada do Jotapê.

GABILY: Isso.

LA: A garota está com tudo! Que beleza Gabi! Você continua morando no Rio?

GABILY: Sim. No Rio.

LA: Sua família continua em São João de Meriti?

GABILY: Não. Minha mãe está morando em Campo Grande com o marido atual dela. Meu pai se mudou também, está morando perto das minhas tias. Eles se separaram. Então, hoje, ninguém mais mora em São João.

LA: São João Meriti é um lugar legal. Sua infância deve ter sido boa, a infância de rua, não é?

GABILY: Exatamente. Pulando elástico e brincando de Pique Bandeira.

LA: Hahaha... Quem nunca brincou de Pique Bandeira não teve infância, não é verdade? Sinceramente. Esse ano você está fazendo um super sucesso, mesmo com essa pandemia. A gente já está no fim do ano e como é que vai ser o ano de 2022? O que você tá esperando?

GABILY: Que seja melhor do que o ano de 2021, primeiramente. Sendo melhor já é o suficiente.

LA: Com certeza!

GABILY: Para conseguirmos prospectar as outras coisas. Espero que seja um ano produtivo, novamente. Que eu consiga ter gás para trabalhar mais e mais, minha carreira crescer cada vez mais. Se depender de mim, vai! Estou com vários projetos para o ano que vem, de lançar coisas diferentes, com artistas diferentes. Pretendo colocar tudo isso em prática. Então, meu primeiro pedido é que 2022 seja melhor que 2021. Sendo melhor, já acho que é uma porta de entrada para todo mundo ter um ano consecutivamente melhor do que 2021.

Gabily - Revista PORTFOLIO capa (3)

LA: De certa forma eu me redescobri na pandemia. Talvez você também. Acho que as maiorias das pessoas se redescobriram. De certa forma, eu criei essa entrevista via web, que está sendo um sucesso para mim também. Me proporciona conversar com as pessoas, os artistas. Como estou fazendo agora com você.

GABILY: Sim. A internet ajudou muito.

LA: Se dá para tirar alguma coisa boa desses anos de prisão em casa, já vão ser quase dois anos, essa foi uma delas. Você trabalhou na criação e eu tive que criar uma nova forma de entrevistar. Bem, Gabi, eu quero te agradecer pelo seu desprendimento, pela sua generosidade, pela sua gentileza de me receber em sua casa. Eu te receber aqui na minha casa.

GABILY: É isso.

LA: Obrigado, muito obrigado. Você é um amor. Estou apaixonado por você, porque você é linda e doce. Uma simpatia.

GABILY: Obrigada. Eu que agradeço pelo espaço.

LA: Quero ser amigo para sempre.

GABILY: Hahaha... Vamos ser... E obrigada por estar sempre postando coisas sobre mim. Eu acompanho, sempre faço repost. Agradeço demais por isso. Agradeço imensamente o carinho também comigo e com o meu trabalho.

LA: Foi um prazer! 

GABILY: Foi um prazer imenso falar contigo

LA: Você é adorável, adorável.

GABILY: Obrigada. Vamos nos falar mais vezes.

LA: Com certeza. As portas da PORTFOLIO estão sempre abertas para você e para divulgar o que você quiser. Quando a gente gosta, abrimos as portas e tornamos vocês os nossos amores, os nossos queridos, as nossas amadas.

GABILY: Muito obrigada, viu?

LA: O prazer foi todo meu.

Ahhh, que maravilha encerrar mais uma entrevista incrível com alguém como essa artista que é a Gabily! Preciso dizer que estou encantado? Acho que não. Sou um entrevistador que entrega seus sentimentos pela emoção no meio da entrevista... Anti profissional? Ah, que nada... Quando eu gosto eu escrevo. Então, vou escrever novamente, Adorei Gabily! Hahaha... Bom domingo pra vocês amores. Visite seus amigos, curta sua família e aproveitem ao máximo. É o mínimo que devem fazer por vocês mesmos! Depois contem pra mim como foi. Beijos do L A de vocês!

VEJA TAMBÉM

NOSSAS CAPAS DE DOMINGO

Filho de Marília Mendonça e Murilo Huff comemora dois anos. Léo Mendonça Huff se divertiu em família

ACOMPANHE O DIA E A NOITE DOS FAMOSOS PELO NOSSO INSTAGRAM

 


A bela cantora e multi instrumentista Gabily



Portfólio TV PORTFOLIO TV

Paolla Oliveira

Paolla Oliveira

André Martinelli

André Martinelli

Isadora Ribeiro

Isadora Ribeiro

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017