Thais Bianca em Stalkeados por Luiz Alberto

De panicat a empresária, influencer e musa da Rosas de Ouro

29 de AGOSTO de 2021

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin

Thais Bianca em Stalkeados por Luiz Alberto

Thais Bianca, foi Panicat e, como não é boba nem nada, aproveitou seu sucesso na TV, tornou-se influencer e empresária. Essa garota sabe o que faz. Vamos conversar com ela um pouco? Então vem comigo saber mais sobre a vida e carreira dela.



 



LUIZ ALBERTO: Oi linda, que bom ter você aqui!



THAIS BIANCA: Boa tarde? Tudo bem?



LUIZ ALBERTO: Eu estava lendo sua ficha aqui, você faz muita coisa! É empresária, é Musa da Rosas de Ouro, influencer...



THAIS BIANCA: Ahhh... Eu sou agitada, gosto de fazer muita coisa ao mesmo tempo.

LUIZ ALBERTO: Então vamos começar, porque de abril a dezembro de 2012 você integrou o elenco do Pânico na Band. Você foi Panicat?



THAIS BIANCA: Sim, fui Panicat de 2010 a 2012.



LUIZ ALBERTO: E depois você decidiu partir para outros caminhos.



THAIS BIANCA: É, sai do Pânico e entrei para o Legendários com Mion, fazia alguns quadros lá junto com ele. Agora com a internet, a TV deu uma grande parada para gente, então, normalmente em TV faço entrevistas, como para Daniela Albuquerque ou para a Luciana Gimenez na Rede TV.



LUIZ ALBERTO: Amo Luciana, amo.



THAIS BIANCA: Então, TV aberta desde o Mion parei. Aí resolvi montar minha clínica de estética porque eu trabalhava com isso e sou formada em estética. Eu sou esteticista, minha mãe era cabeleireira, então eu cresci no meio da estética, da beleza. Montei a clínica em São Paulo, onde fiquei por quatro anos, muito legal, só fechei por conta da pandemia. Como eu era sozinha, não tinha um fluxo de caixa, antes que virasse uma bola de neve, resolvi fechar. Foi a melhor coisa que eu fiz, porque com todas as incertezas não tinha como sozinha levá-la para frente.

LUIZ ALBERTO: Você cresceu nesse ambiente de estética, beleza, então foi um grande lance para você montar a clínica.



THAIS BIANCA: Lembro que na época os contratos estavam acabando e a gente trabalhava também muito por campanhas, com contratos de seis meses, um ano. Hoje em dia, você faz trabalhos pontuais, para aquele produto ou marca e não tem vínculo algum. Atualmente é mais difícil conseguir um contrato de longo prazo. As marcas preferem também fechar com várias pessoas e não só com uma exclusiva. Então, pensei, “quer saber, pago para fazer procedimentos em clínicas, então, já que sou formada vou abrir minha própria clínica!” Foi uma experiência fantástica, cresci profissionalmente, como pessoa. Minha mãe tinha salão, eu trabalhava junto com ela, mas, não era eu que fazia a gestão. Com o fechamento da clínica, pensei, tenho uma ferramenta na mão que são as redes sociais, o instagram. Na época da clínica eu focava 100% nela. Fiquei mais para o lado de empreendedora, cuidando de funcionários, pagamentos, clientes, etc e parei de gerar os meus conteúdos para as redes, gerava só para a clínica. Então, fiquei quatro anos assim. Quando fechei a clínica, parti novamente para o instagram. Então, como tenho contrato de exclusividade com a Reebok, por ser esportista, toda semana gero conteúdo para eles e também os trabalhos pontuais.

CONTINUE LENDO AQUI

NOSSAS CAPAS




Portfólio TV PORTFOLIO TV

Paolla Oliveira

Paolla Oliveira

André Martinelli

André Martinelli

Isadora Ribeiro

Isadora Ribeiro

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017