A encantadora e arrebatadora Zabelê

Minha musa tem uma das melhores vozes desse Brasil

18 de NOVEMBRO de 2021

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin

A encantadora e arrebatadora Zabelê

Nossa capa da PORTFOLIO CONEXÕES de hoje é uma das jovens cantoras que tem uma das melhores vozes do Brasil!

Zabelê canta e encanta a nossa alma... Ah que delícia ouvir essa voz que é de uma sonoridade única. Além disso, o seu cantar segue uma linha irrepreensível de tonalidade incrível. O som doce e suave da voz de Zabelê tem se unido à vozes potentes como de Carlinhos Brown e outros amigos para nos trazer uma nova roupagem de músicas icônicas.

Filha de dois famosos nomes da música brasileira, Pepeu Gomes e Baby do BrasilZabelê começou a cantar profissionalmente em 1995, enquanto estudava dança em Nova Iorque.

Em 1997, começou a carreira de cantora, como backing vocal de PepeuBaby. No mesmo ano, formou o grupo SNZ, junto com as irmãs Nãna Shara e Sarah Sheeva. O primeiro álbum do grupo foi lançado em 2000 pela Warner Music Brasil, com o primeiro single Longe do Mundo sendo lançado na trilha sonora do filme O Trapalhão e a Luz Azul.

Após a saída de Sarah em 2002, o grupo entrou em hiato e retornou apenas em 2006 com o álbum Zunzum e Pronto, encerrando os trabalhos em 2007.

Carreira solo

Após o fim do grupo, Zabelê foi a única que continuou na música, realizando turnês pelo Brasil com diversos músicos, cantando o repertório dos Novos Baianos. Seu primeiro álbum solo foi lançando em 2015, puxado pela música Nossas Noites. O segundo single deste trabalho foi a faixa Prática, que ganhou um remix dançante em 2017, recordando a sonoridade dos velhos tempos do grupo com as irmãs.

Zabelê lança releitura de Deusa do amor com colaboração de Evandro Mesquita

A cantora Zabelê lança uma versão inédita para “Deusa do Amor”, originalmente interpretada por Pepeu Gomes - um dos integrantes do icônico grupo Novos Baianos e também seu pai - que chegou às plataformas no primeiro minuto de hoje, 18/11.

Esta nova roupagem serve como um aquecimento para Auê, segundo álbum solo da carioca com estreia prevista ainda para este ano. A canção traz também a colaboração do cantor Evandro Mesquita, que toca gaita na faixa produzida por Wagner Fulco, que já trabalhou com diversos nomes como Elton John, Alanis Morissette, Bob Dylan, Guns N’ Roses, entre outros.

Após uma bem sucedida recepção do primeiro single Preta Pretinha, dueto lançado em meados de outubro com o cantor e multi-instrumentista Carlinhos Brown, o projeto segue com mais uma homenagem a um dos membros dos Novos Baianos. Primeiramente lançada no disco Masculino e Feminino (1983) por Pepeu Gomes, Deusa do Amor representa uma das canções escolhidas para serem revisitadas por Zabelê em seu próximo álbum.

Quero convidar vocês para assistirem comigo uma entrevista maravilhosa com essa garota linda e encantadora. Justamente hoje, quando lança uma versão de Deusa do Amor.

 

FICHA TÉCNICA

Foto:: Pino Gomes l Criação e Edição: Luiz Alberto e Giovanni Albino

VEJA TAMBÉM

PORTFOLIO CONEXÕES

O genial e criativo fotógrafo Marcelo Auge

ACOMPANHE O DIA E A NOITE DOS FAMOSOS PELO NOSSO INSTAGRAM




Portfólio TV PORTFOLIO TV

Paolla Oliveira

Paolla Oliveira

André Martinelli

André Martinelli

Isadora Ribeiro

Isadora Ribeiro

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Julia Puzzuolli. Elá é um fenômeno!

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017