32 Anos Luiz Alberto

Marca de joias brasileira Deborah Kovari inova na produção de consumo consciente no país

Designer trabalha essencialmente com produção limitada e restauração de peças: Matéria prima parada não é sustentável

22 de JULHO de 2021

Icone Compartilhamento Facebook Icone Compartilhamento Twitter Icone Compartilhamento Google Plus Icone Compartilhamento Tumblr Icone Compartilhamento Pinterest Icone Compartilhamento Linkedin


A marca Deborah Kovari Joias foi idealizada pela empresária e designer Deborah Kovari, criada em 2016 com o intuito de fazer joias autorais, sofisticadas e criativas, Deborah acredita no poder da restauração de peças para renovar energias e criar novas histórias.

A empresária sempre prezou que sua joalheria fosse sustentável, seu maior propósito é trabalhar com reaproveitamento de matéria prima para transformações de joias. Contudo, a empresa cresceu e assim começaram a criar peças para pronta entrega. Mesmo assim, Kovari afirma que a proposta é ter um estoque pequeno e estimular o cliente a co-criar.

Já faz algum tempo que a indústria da moda vem adotando medidas de sustentabilidade como imposição, e no ramo das joalherias a cobrança pode ser ainda maior, com uma cadeia de produção ainda dependente de mineração e energia fóssil. Porém, algumas medidas simples podem fazer uma grande diferença, como o reaproveitamento de materiais: “Até mesmo para produzir peças novas, fazemos uma análise de peças que não têm muita saída e derretemos, e reaproveitamos para produzir outras joias”.

Um ponto relevante é conhecer profundamente todo o processo de produção de um produto, pois uma atitude não sustentável de um fornecedor, por exemplo, pode afetar toda uma rede: "Busco conhecer a fundo meus fornecedores. Sei como trabalham, sei explicar de onde vêm todos os meus materiais. Sei quem trabalha corretamente e quem não. Acho que a minha forma de contribuir não é buscar o fornecedor mais barato, mas aquele que atenda a critérios bons de qualidade, decência e origem. Assim tenho mais tranquilidade de trabalhar, sabendo que aquilo que está sendo produzido pelas mãos da minha equipe não compactua com algo nocivo à ninguém”.

Deborah afirma que o interesse em trabalhar com transformações de joias tem relação com a sua personalidade: “Confesso que tenho uma alma romântica, apesar de ser bastante brava. E me encanta conhecer as pessoas, compartilhar conhecimentos e ideias. Amo uma boa conversa com um bom café. Amo uma boa história. E acho que ter a possibilidade de trabalhar com as origens e as histórias das pessoas, sempre com o propósito de transformar, é gratificante. Transformar um acontecimento triste em algo bonito. Um ponto final num parágrafo novo. Uma forma antiga numa forma nova”.

Uma das principais motivações da designer para um estoque limitado é o consumismo desenfreado no país: “Joias são sinônimos de status, mas não devem ser apenas isso”. Deborah acredita em uma função espiritual das pedras, e cada nova coleção carrega elementos de sua busca pessoal de conhecimentos sobre a fé: “Tento trazer meus aprendizados em cada coleção conceitual. As joias são resultado de vários estudos, sentimentos e inspirações… Quando preciso criar algo para uma cliente, seja sob encomenda ou algum projeto de transformação, é sempre desafiador. Captar a essência do que aquela pessoa quer é um caminho complexo, de estudo, de sensibilidade, empatia, conexão e respeito por aquela história."

Para o consumidor que busca por empresas que prezam a sustentabilidade, Deborah explica que a melhor maneira de identificar o que está sendo adquirido é exigindo um certificado e a nota fiscal, mantendo a garantia. É importante comprar de lugares que prezam por essas seguranças.

Como spoiler de uma nova coleção, a designer compartilhou que em breve lançará a linha “seven”, inspirada nos Elohim. Os Sete Poderosos Elohim e suas contrapartes femininas são os construtores originais da forma. Acredita-se que em uma ordem de hierarquia, os Elohim e os seres cósmicos carregam a maior concentração de “luz” que podemos compreender em nosso estado de evolução.

Com a colaboração de Maria Clara Cordeschi

Ficha Técnica

Fotos @telesari Beleza @milenamakeup12 Produção @nexxtpr

VEJA TAMBÉM

Cirurgião plástico Dr. Adriano Mesquita Bento deseja trazer o turismo médico para o Brasil

STALKEADOS POR LUIZ ALBERTO: PAULO RICARDO

ACOMPANHE O DIA E A NOITE DOS FAMOSOS PELO NOSSO INSTAGRAM


VOLTAR PARA COLUNA


Portfólio TV PORTFOLIO TV

Paulo Ricardo no Stalkeados por Luiz Alberto 02

Paulo Ricardo no Stalkeados por Luiz Alberto 02

Jakelyne Oliveira e Mariano no Stalkeados por Luiz Alberto

Jakelyne Oliveira e Mariano no Stalkeados por Luiz Alberto

Gui Napolitano e Catherine Bascoy no Stalkeados por Luiz Alberto

Gui Napolitano e Catherine Bascoy no Stalkeados por Luiz Alberto

Paulo Ricardo no Stalkeados por Luiz Albrerto

Paulo Ricardo no Stalkeados por Luiz Albrerto

Paulo Ricardo no Stalkeados por Luiz Albrerto

Todos os direitos reservados l Copyright c Revista Portfolio Brasil 2017